DESCONHEÇA-ME

Me incomoda o fato de que você ainda invada meus pensamentos nas horas mais inesperadas e inconvenientes, como quando sento na mesa de jantar ou tomo um banho no fim de tarde. Quando olho a rua pela varanda. Quando vejo seus cigarros na janela.

tumblr_men6ce01Rt1rx71wpo1_400_large
Me incomoda o fato de que meu corpo ainda carrega partículas do seu, de que sua voz ainda é bem clara na minha memória, de que ainda lembro do seu jeito de falar. Me incomoda o fato de que você saiba tanto sobre mim, queria que soubesse menos, queria ter me aberto menos, falado menos, confiado menos.

Não quero que você me tenha nem nas mínimas lembranças, não quero estar no seu subconsciente, na sua culpa, no seu penar; quero que você me desconheça, te quero longe, ausente, te quero inexistente e quero inexistir pra você também.

Até nunca mais.

3 comentários sobre “DESCONHEÇA-ME

  1. Poesia: A poesia não cala!

    Não peça para calar
    O Poeta ou
    A poesia

    Silenciar a Alma
    De versos tortuosos,
    Sussurros de amor,
    Rebeldia da senzala
    É impensável

    Os pensamentos são vivos
    Deslizam em lampejos poéticos
    Tudo pura inquietação

    É como a vida
    Tudo muda
    E transforma

    Nasce poeta
    Na cava da Alma
    Floresce na maternidade dos
    Espíritos

    Não se retém o mar
    As correntes dos poemas

    Não aprisionam os versos
    Sepultam os contos
    Impeçam as escritas
    São rebelde de nascença

    Escrever todos os dias
    É Sina,maldição, benção,
    Destino, graça, missão,
    Insubmissão

    Sei lá! Sei não!

    Se tira a escrita
    A palavra morre de
    Inanição poética

    Escrever é como respirar
    É fluxo de frase
    É refluxo de verbo
    É súplica de vida

    Poeta é transtorno de sentimento
    E febre de afeto

    Poeta: Antônio Galvão
    28/02/2016 – 10:57 – Estrada Velha de Santa Luzia
    01/03/2016 – 10:14 – São Matheus
    Livro: Poesia & Afeto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *