PRECIPITAÇÃO

Nas esquinas, infinito
sem juízo nem pudor
a lembrança evapora
depois despenca, incolor
eu me molho, me torturo
com meus sonhos infernais
saudade
sou tarde
demais

BG - #019

2 comentários sobre “PRECIPITAÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *