VEJA BEM,

meu amor, já te esqueci. Esqueci o jeito que você sempre dormia virada para o lado esquerdo, esqueci o quanto eu amava sentir o cheiro do seu cabelo molhado, esqueci da primeira vez que você me disse um segredo seu enquanto a gente olhava o céu numa tarde de maio.

tumblr_static_profile

Eu esqueci daquela sua blusa azul que você só usava em dias chuvosos. Eu esqueci da maneira com que sua risada sempre saía silenciosa primeiramente, pra só depois liberar o som. Esqueci de como você odiava aquela música dos Smiths.

Esqueci também seu mapa astral. Me pergunto, às vezes, se você continua com esse seu jeito virginiano. Mas seu ascendente em gêmeos equilibra, né? Esqueci também das nossas conversas sobre astrologia nos fins de tarde.

Esqueci do modo com que seu corpo se encaixava no meu. Tipo quebra-cabeça, mas sem a parte do mistério. A gente só… acontecia. Duas galáxias se fundindo. Mas esqueci disso também. Esqueci tudo.

Esqueci da nossa viagem pra Bahia e dos seus beijos logo após acordar. Esqueci de como meu nome ficava lindo pronunciado na sua voz. Esqueci das nossas músicas e do jeito que você cantava tentando imitar a Rita Lee.

Ontem, tava escutando Mutantes.

Nem lembrei de você.

Esqueci mesmo.

DESCONHEÇA-ME

Me incomoda o fato de que você ainda invada meus pensamentos nas horas mais inesperadas e inconvenientes, como quando sento na mesa de jantar ou tomo um banho no fim de tarde. Quando olho a rua pela varanda. Quando vejo seus cigarros na janela.

tumblr_men6ce01Rt1rx71wpo1_400_large
Me incomoda o fato de que meu corpo ainda carrega partículas do seu, de que sua voz ainda é bem clara na minha memória, de que ainda lembro do seu jeito de falar. Me incomoda o fato de que você saiba tanto sobre mim, queria que soubesse menos, queria ter me aberto menos, falado menos, confiado menos.

Não quero que você me tenha nem nas mínimas lembranças, não quero estar no seu subconsciente, na sua culpa, no seu penar; quero que você me desconheça, te quero longe, ausente, te quero inexistente e quero inexistir pra você também.

Até nunca mais.